Ator João Côrtes lança seu primeiro longa-metragem por trás das câmeras nesta quinta-feira (08/07)!

Intitulado “Nas mãos de quem me leva”, o filme, que marca a estreia do ator como cineasta, chega direto nas plataformas digitais.

João Côrtes e o diretor de fotografia Gabriel Côrtes – Foto: Divulgação

Conhecido por seu trabalho como ator, João Côrtes é agora aposta do universo cinematográfico como roteirista e diretor. Ele, que na atuação está confirmado em “o Anjo de Hamburgo”, primeira série brasileira da Globo gravada totalmente em inglês, em parceria com a Sony; “Sala dos Professores”, do CineBrasil TV; The American Guest (O Hóspede Americano), da HBO, e The Journey, ambas coproduções Brasil-EUA, se prepara para lançar seu primeiro projeto autoral nessas novas funções.

O ator Bruno Suzano e o diretor João Côrtes – Foto: Divulgação

Aos 23 anos, hoje com 26, João rodou seu primeiro projeto por trás das câmeras, de maneira 100% independente, e tem vencido vários festivais desde os Estados Unidos até a Coreia do Sul. O longa “Nas mãos de quem me leva”, que será lançado dia 08 de julho direto nas plataformas digitais iTunes, Google Play, Youtube Play, Net NOW, Looke, Vivo Play e AppleTV+, já venceu as categorias Melhor Diretor e Melhor Filme no New Cinema Film Festival, em Portugal; Melhor Atriz (Nanda Marques) no German United Film Festival 2020 e Melhor Direção de Fotografia no New Wave Short Film Festival, ambos da Alemanha; Melhor atriz no Washington Film Festival, e Melhor Roteiro no Seoul Film Festival, na Coreia do Sul.

“O filme levanta um tema que todas as pessoas, de alguma maneira, vivem e são capazes de se conectar, que é a ideia de encontrar nossa independência, o conceito de amadurecimento, de tomar as rédeas do próprio destino e entender que nós temos o poder de criar nossa realidade”, conta o diretor.

João Côrtes e a atriz Fernanda Marques – Foto: Divulgação

Inspirado em sucessos mundiais como a série “This is Us” e vencedores do Oscar como “Juno”, “Azul é a Cor Mais Quente” e “Descendentes”, o filme tem como referência o cinema francês, sueco e escandinavo (que se caracterizam por um ritmo mais contemplativo e que explora as sutilezas das relações interpessoais). “Nas mãos de quem me leva” conta a história de Amora, uma jovem de 20 anos que perdeu os pais ainda criança e desde então mora com sua avó, com quem tem uma relação desgastada. Ao se apaixonar por um homem mais velho e passar pelos desdobramentos que essa paixão causará, Amora vai entendendo que seu destino depende muito mais dela mesma, do que de qualquer fator externo.

“Dirigir esse filme foi um desafio gigantesco, mas extremamente engrandecedor. Me fortaleceu e expandiu meus horizontes como artista e ser humano. Me potencializou demais. Ainda na fase de escrita do roteiro, ouvia muito das pessoas que produzir e dirigir um filme era como ter um filho: iria exigir 100% da sua atenção, energia e tempo. Na época eu não absorvi completamente o sentido disso, mas hoje eu entendo na pele. Eu nunca me entreguei e me dediquei tanto para algo dar certo”, explica o diretor.

Sinopse
“Nas Mãos de Que Me Leva” conta a vida de Amora, uma menina de 22 anos, filha de dois pais artistas, que se torna órfã quando ainda é muito jovem. Amora enfrenta os desafios de se tornar uma mulher independente, tendo que lidar com a dor da perda. Vive com a avó Lúcia, uma mulher muito religiosa e conservadora, com quem tem uma relação turbulenta. Amora está constantemente equilibrando o amor inerente entre ela e a avó e as ideias e princípios conflitantes de duas gerações distantes. O único apoio que Amora tem em sua vida são seu melhor amigo, Fran, colega de trabalho em uma biblioteca, um jovem ator gay em início de carreira e Mercedes, sua psicóloga e verdadeira confiante desde a perda de seus pais. A vida de Amora começa a parecer um beco sem saída, seus sonhos de ser fotógrafa parecem distantes e a rotina se torna implacável, até que ela conhece Bruno, um empresário mais velho e interessante, que desperta uma nova perspectiva em sua vida, com a possibilidade de amor, segurança e sonhos. A partir desse encontro, uma montanha-russa de emoções começa a se desenvolver, transformando-a em uma mulher forte e livre. Um filme de amadurecimento, sobre amor, empoderamento e superação de medos, de um ponto de vista delicado e feminino. No elenco estão Neusa Maria Faro (“Êta Mundo Bom”, “Verdades Secretas“, “Amor à Vida” e “O Segredo de Davi“) e Fernanda Marques, Bruno Suzano, Ed Cortês e participação especial de Daniela Galli.

 

Confira o trailer abaixo:

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

maribarcelos
Jornalista por paixão. Música, Novelas, Cinema e Entrevistas. Designer de Moda que não liga para tendência. Apaixonada por música e cinema. Colunista, critica de cinema e da vida dos outros também. Tudo em dobro por favor, inclusive café, pizza e cerveja. Visite: Instagram.com/PortalMariBarcelos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *