Entrevista com Danielle Coimbra: Muitos ritmos, encantos e novidades pela frente

 

Em entrevista exclusiva para nossa coluna no Artecult, a cantora Danielle Coimbra nos contou um pouco sobre a sua carreira, como surgiu o desejo por cantar e principalmente as novidades que estão por vir.  Ainda este mês, ela  vai gravar um vídeo com a música TUDO NOVO DE NOVO, de Paulinho Moska, inserindo mensagens de pessoas sobre o que acham que vai mudar positivamente após a pandemia.

Danielle Coimbra é carioca, de Pilares, canta há 17 anos profissionalmente, mas ouve música desde muito pequena por influência de seus pais (mãe sergipana e pai, carioca), que tocavam Elis, Gal, Bethania, Caetano, Tom e outros. Hoje, ela canta MPB e samba, mas empresta sua voz para todos os ritmos com muita competência e talento. Esse ano foi vocalista do bloco Empolga às 9 em suas três apresentações no carnaval carioca.

Mas para quem pensa que tudo sempre foi música em sua vida, antes de cantar estudou Medicina, Nutrição, mas nas aulas de dança um professor lhe chamou a atenção para a voz. Então trancou a faculdade e para nossa alegria nunca mais deixou de cantar. E canta com prazer para uma pessoa ou um milhão. Incontáveis são as histórias e mensagens de pessoas que lhe agradecem por terem melhorado suas vidas ao ouvirem-na cantando.

P3:  Você possui no sangue um lado sergipano e outro carioca, como conseguiu nessa mistura escolher um gênero para cantar?

Dani Coimbra: Acho que justamente por isso, eu escolhi agregar os ritmos dessas regiões. Porque, eu amo samba, amo forró, amo xote, e não consigo ver distâncias entre eles, já que a nossa música brasileira é uma mistura de ritmos, melodias e culturas.

P3: Quais são suas principais referências na música?

Dani Coimbra: Cresci num lar, no qual ninguém era músico, mas todos com muita paixão pela música. Meu pai tinha uma coleção imensa de vinis, e me vi mergulhada neles desde sempre. Acaba que minhas influências vêm do que eles mais ouviam: Gilberto Gil, Caetano Veloso, Luis Gonzaga, Fundo de Quintal, Emílio Santiago e Elis Regina. Esses dois últimos tocam profundamente.

P3: Como surgiu esse desejo de deixar as faculdades para seguir o sonho de cantar?

Foto: Divulgação.

Dani Coimbra: A música, como profissão, surgiu na minha vida muito por acaso. Eu nunca quis ser cantora, não cantava nem no chuveiro. Eu fazia faculdade de dança na UFRJ. Estava me especializando em terapia com crianças especiais. E tínhamos aula de música e o professor dessa matéria que me chamou atenção para minha voz, e me sugeriu estudar canto. Logo depois teve uma greve longa na faculdade e acabei indo estudar canto pra ocupar o tempo, sem maiores pretensões.

A partir dai fui conhecendo muita gente, fui pegando gosto por cantar. Quando percebi já estavam me chamando pra cantar em vários lugares. Depois de longos anos nessa jornada, fiquei grávida e tive meu  filho Nathan. Ainda trabalhei muito tempo grávida e com ele pequeno. Cansei de parar no intervalo pra amamentar.

Contudo cantar a noite, é muito cansativo. E um dia eu resolvi voltar a estudar, fui fazer faculdade de nutrição. Mas, as pessoas que sempre curtiram meu trabalho, que viraram meus fãs, não aceitaram que eu tinha parado de cantar. Então minhas amigas organizaram um evento para que eu cantasse. E nesse dia eu percebi que não adianta evitar, cantar é minha vida! É o que alegra minha alma e é s forma que consigo me comunicar levando amor para as pessoas.

P3: Neste momento de isolamento social você está conseguindo compor?

Dani Coimbra: Muita gente ficou até preocupada comigo, porque estou sempre em contato com muitas pessoas, e em como eu ficaria nesse tempo de quarentena. Mas esse momento tem sido muito especial. Tenho me reconectado comigo, ouvindo muitas músicas novas, o que tem me inspirado a escrever.  Além disso, comecei a estudar piano para ajudar na composição.

P3: Em relação aos lançamentos musicais: Como surgiu a ideia de fazer o vídeo da música “Tudo novo de novo”?

Dani Coimbra: Agora na quarentena, me bateu uma preocupação muito grande com meus amigos músicos e cantores. A princípio me preocupei com a sobrevivência deles, já que a grande maioria trabalha exclusivamente com a música.

Fiz uma reunião com uma amiga para fazer uma campanha com o intuito de arrecadar cestas básicas para eles.  Foi quando comecei a convidá-los a produzir vídeos, cada um gravando da sua casa, mostrando de que forma estão se reinventando nesse quarentena, ao som de “Tudo novo de novo”.

P3: Quais serão seus próximos lançamentos?

Dani Coimbra: A música Sextou, é um single que gravei no início do ano e eu estaria lançando agora. Entretanto, vaconteceu a Pandemia e resolvi não lançar. Pois, ela é uma canção que não se enquadra nesse momento que estamos vivendo.

Foi quando eu resolvi gravar o clipe da música “Tudo Novo de Novo”, que eu já tinha gravado no meu cd “Renda- se”. Sem contar, que quero lançar esse single que já gravei “sextou”, quero gravar mais três músicas e um EP . Destacando, que já estou montando um novo show muito lindo e com muito amor para entregar ao público.

P3: Uma Mensagem de Dani para vocês:

Dani Coimbra: Convido vocês para tirarem um tempinho dentro dessa quarentena, pra conhecer um pouco do meu trabalho musical e se conectar com meu cd “Renda-se”, que está disponível em todas as plataformas digitais e no YouTube. Além disso, confiram o clipe da música “Teto de Palha”, que é muito especial e pessoal, pois mostra várias pessoas importantes na minha vida e principalmente o cenário, que é onde minha mãe nasceu. Portanto, é um sonho realizado essa homenagem.

CONFIRAM O CLIPE DA MÚSICA “TETO DE PALHA”:

 

 

 

 

Sigam a Dani no Instagram!

Gostaram do nosso bate papo? Então, não percam as próximas entrevistas!!

Matéria do PlayList a 3

Visite nosso INSTAGRAM!

 

 

 

 

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

PLAYLIST A 3
A partir das conversas sobre seus artistas favoritos, bandas, histórias e bastidores do universo da música, surgiu o podcast "Playlist a Três" dos amigos Caio Costa, Jéssica Guanabara e Larissa Vale. Através de um bate papo descontraído sobre o que anda acontecendo na indústria musical, trarão informações, notícias, debates sobre assuntos relevantes, além de dicas sobre o que andamos escutando no momento. Um conteúdo exclusivo dos entendedores de música para os amantes de música.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *