Euphoria: Uma das séries mais bem produzidas dessa Era

O que falar sobre uma das séries mais bem feitas dessa Era? Isso mesmo que você leu! “Euphoria” é uma série importante que precisa ser discutida. Criada por Sam Levinson, foi produzida pela HBO, que investe mais uma vez em uma super produção. A história mostra a vida de estudantes do ensino médio que enfrentam vários dilemas como drogas, violência sexual, preconceito, racismo, redes sociais, padrões de belezas e amizades. Um verdadeiro combo sobre os problemas da juventude.

O roteiro da série é dividido pela história de cada personagem, sendo todos narrados pela Rue (Zendaya), na qual ela conta o período da infância até o momento atual, e como o seu passado pode afetar em seu futuro. Influenciando também toda a construção dos seus medos, das suas atitudes e de quem você é.

As atuações estão fantásticas, todos os atores entregam personagens reais, fiéis, que fazem o público se identificar com eles, criando um laço tanto de amor, quanto de ódio com eles. Algo muito interessante mostrado na série é força feminina em destaque e a quebra de padrões dos colégios americanos, onde a líder de torcida é pobre, latina, além de ser amiga de todo mundo.

Outro ponto positivo é o foco da história, que mesmo mostrando adolescentes fumando, usando drogas, fazendo sexo, eles também mostram as consequências de tudo isso, como no episódio que a Rue fala do bom efeito de usar as drogas, porém quando esse efeito passa, todo sofrimento continua.

Mas uma das minhas partes preferidas em relação a “Euphoria” é o alivio cômico apresentado em partes como “Como fazer um tutorial de nudes masculinas”, “o que acontece se a Rue usar drogas e andar de bicicleta”, assim como as conversas descontraídas entre as amigas sobre o baile, tudo muito bem encaixado para aliviar os assuntos pesados que são retratados.

 

Contudo os pontos chaves da série são a fotografia e a trilha sonora. Não consigo definir a perfeição que são as cores vibrantes, os tons em roxo, rosa e azul destacados, mas principalmente o brilho das maquiagens que são sempre exageradas que dão um toque especial na narrativa.

Sem contar nos movimentos de câmeras, nos ângulos e na contraposição de várias cenas que mostram desde a agonia e a raiva até a felicidade, tudo de uma maneira sutil, fazendo você viajar para dentro da série e acompanhar a história de cada personagem, como se realmente estivesse lá assistindo.

Por fim, a trilha sonora que inicia e fecha o ciclo do enredo é o fator que movimenta toda a narrativa. Desde festas a momentos mais tensos ou para definir o estilo de cada personagem e caracterizar todos os acontecimentos ao decorrer dos episódios, a trilha sonora é uma das partes essenciais da trama.

OBS: “Euphoria” gerou polêmicas por conta dos seus primeiros episódios, nos quais aparecem pênis. No entanto, existe um grande tabu em relação a nudez masculina, e aqui a série quebra esse estigma e desconstrói esse pensamento.

Por fim, “Euphoria” é uma série que mexe com nossos sentimentos e trás a realidade nua e crua da juventude atual, dos problemas em família e de como as redes sociais influenciam nos relacionamentos, além de pontuar muito bem que uma imagem pode valer muito mais do que a sua própria personalidade.

 

 

 

CONFIRA O TRAILER DE EUPHORIA:

 

 

 

 

Muitas séries e abraços 😉

ATÉ A PRÓXIMA!!!

LARISSA VALE – CABINE SETE

 

Acompanhem-nos em nossas redes sociais:

@artecult , @cinemaecompanhia , @casaldecinema@cabinesete ,  @cinestimado e @resetdepoisdever

Acompanhe o resumo do dia do universo de Cinema & Séries:

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

CABINE SETE
O instagram @cabinesete é um projeto criado por Larissa Vale, Gabriela Carvalho e Iana Nunes para levar entretenimento e informação do mundo do cinema e da TV, de forma divertida e responsável, para todos aqueles que amam este universo tanto quanto nós. Agora o Cabine Sete vai estar aqui também no Canal CINEMA & SÉRIES do ARTECULT ! Mas não esqueçam de nos seguir no Instagram, ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *