Escape Room: Um jogo de sobrevivência

O diretor Adam Robitel, já conhecido no mundo do terror e suspense – Sobrenatural: A origem e Atividade Paranormal: Dimensão Fantasma – nos apresenta seu mais novo filme, “Escape Room”, com uma atmosfera misteriosa e intrigante, o longa-metragem faz o espectador prender sua visão nas cenas, no entanto ainda possui algumas falhas.

A história acompanha seis pessoas que são selecionadas para participar de um jogo chamado, “Escape Room”, onde os participantes ficam presos dentro de uma sala e devem ir atrás de pistas para tentar sair do quarto e no final se eles conseguirem ganhar o jogo, cada integrante receberá um milhão de dólares como prêmio. Entretanto, esse jogo não será tão fácil e poderá custar as suas vidas.

O enredo do filme é muito intrigante e desafiador, pois a construção do longa não é algo aterrorizante e sim angustiante. A todo momento o espectador deseja ajudar os participantes do jogo e também fica agoniado pela situação que eles estão passando, o que torna isso o ponto chave do filme.

As primeiras cenas mostradas são as pessoas recebendo o convite para o jogo, porém, apenas três são mostrados no início, sendo que são seis ao total, o que deixa quem está assistindo intrigado com a possibilidade dessas pessoas realmente serem jogadores ou estarem infiltrados, e acaba tornando essa parte do longa um pouco confusa, fazendo com que espectador fique em dúvida se foi proposital ou não, contudo se ocorre esse questionamento, já é uma falha.

As histórias dos personagens e o motivo por eles estarem ali é um ponto bem interessante sobre a trama. E mesmo que se sinta no universo de “Jogos mortais”, em “Escape Room” conseguimos nos conectar mais com os personagens e também com os enigmas. O mistério e a maneira como cada personagem pensa é uma coisa muito bem encaixada com o cenário que eles estão e também a referência a traumas que eles passaram.

A fotografia e a trilha sonora não é algo que se destaca no longa-metragem, é claro que tudo foi bem feito, porém isso não é algo em evidência. Mas a cada quarto que eles entram, um cenário, uma cor é destacada para criar o clima de tensão.

Escape Room é um filme para assistir com os amigos, e também para pensar se conseguiriam acertar as pistas ou até que ponto você se sacrificaria por alguém? Mesmo não se tratando de uma obra muito grande e também por trazer algumas soluções um pouco fora do contexto – na questão da sobrevivência de alguns personagens – o filme cumpre o seu papel em instigar o espectador e já no final deixa uma abertura para próximos filmes, o que não seria necessário, mas atualmente quando a indústria do cinema se depara com um filme que pode ter uma audiência elevada, acaba por estender um trabalho que não precisava.

 

CONFIRA O TRAILER DO FILME:

 

 

 

 

Muitos filmes e abraços 😉

Até a próxima!

LARISSA VALE – CABINE SETE

Siga nosso Instagram!

 

 

 

 

 

 

Acompanhem-nos em nossas redes sociais:

@artecult , @cinemaecompanhia , @cinemaatm , @tiltcine e @cabinesete

Acompanhe o resumo do dia do universo de Cinema & Séries:

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

CABINE SETE
O instagram @cabinesete é um projeto criado por Larissa Vale, Gabriela Carvalho e Iana Nunes para levar entretenimento e informação do mundo do cinema e da TV, de forma divertida e responsável, para todos aqueles que amam este universo tanto quanto nós. Agora o Cabine Sete vai estar aqui também no Canal CINEMA & SÉRIES do ARTECULT ! Mas não esqueçam de nos seguir no Instagram, ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *