A MALDIÇÃO DA CHORONA: Expandindo o universo de Invocação do Mal

Continuando a expansão do Universo da franquia de “Invocação do Mal” após o sucesso de “A Freira”  a Warner traz para o Brasil o tão aguardado longa “A Maldição da Chorona” (The Course of La Llorona) cuja responsabilidade da direção é do estreante Michael Chaves, que aliás estará a cargo também do próximo “Invocação do Mal 3”. O cineasta James Wan figura conhecida nos filmes da franquia atua como produtor dessa vez.

Possuindo conexão com os outros filmes, a trama é extremamente detalhista na sua criação de atmosfera e traz uma figura assustadora do folclore mexicano. Confira nossa critica a seguir.

O longa traz a história baseada nesta figura muito conhecida na superstição mexicana, “La Lllorona”, uma entidade sobrenatural que vaga pelo mundo atrás de filhos para chamar de seus. O horror possui elementos muito bem trabalhados e segue a estética adotada por James Wan e sua equipe nos outros filmes da franquia. Os fãs que acompanham aqui esses trabalhos irão se empolgar com a maneira que funciona as estruturas que compõe a trama.

A trama do filme traz a história de uma mulher chamada Anna interpretada pela atriz Linda Cardellini, mãe de duas crianças Chris (Roman Christou) e Sam (Jaynee-Lynne Kinchen), viúva de um policial. Anna é uma assistente social que tenta conciliar sua vida com o trabalho, uma realidade de muitas mães hoje em dia, e após a morte do seu marido se sente cada vez devastada, o que implica no aumento da sua falta de fé e descrença.

Em um dos casos para a qual é designada pelo conselho tutelar, ela vai até a casa de Patricia (Patricia Velasquez, de “A Múmia”), uma mãe cujos filhos não comparecem na escola já há alguns dias. Após procurar os mesmos na casa, Anna acaba por encontra-los trancados num armário, Patricia estava tentando protege-los de uma grande ameaça, “La Llorona”, uma entidade maligna que vaga pela terra em busca de crianças para substituir seus filhos que um dia, num ataque de ciúmes, teriam sido afogados num rio por ela mesma.

No desencadear do ocorrido, Anna se depara com a entidade que estava atrás dos filhos da Patrícia, mas agora começa buscar seus próprios filhos, assim precisa lutar com todas as forças para que a Chorona não consiga esse feito.

Trazendo uma abordagem diferenciada por se tratar de uma franquia tão aclamada pelos fãs, a apresentação deste filme e a sua ambientação relacionada aos anos 70, junto ao folclore e mitologia mexicana, são pontos relevantes aqui e muito bem enriquecidos aos demais elementos abordados.

A direção de Michael Chaves entrega uma história que, naquilo que se propõe, dá conta do recado sem muitas complexidades. Os jumps scares, planos sequência e trabalho de elementos em cena são extremamente bem conduzidos devido à sua maestria, preparando o terreno para o que já podemos esperar para o próximo “Invocação do Mal 3”. Chaves sabe conduzir muito bem os telespectadores e conectá-los àquela história.

Contudo, o roteiro de Mikki Daughtry e Tobias Iaconis torna-se um pouco previsível, pois os personagens principais não são tão bem aprofundados, tanto que em determinados da trama as passagens acontecem de maneira previsível e aquele “fator surpresa” ou as dificuldades que os personagens enfrentam, são solucionadas com extrema facilidade.

O filme possui um elenco interessante, mas quem brilha é a personagem principal, trabalho muito bem executado pela atriz Linda Cardellini. Os outros atores inclusive os mirins entregam trabalhos satisfatórios. O filme consegue mesclar muito bem a fotografia e a trilha sonora, tornando a experiência ainda mais vívida.

 

CONFIRA O TRAILER:

 

 

 

 

 

Sendo assim, o longa possuía uma história interessante com uma personagem amedrontadora a ser apresentada, porém em sua execução acaba por não entregar um trabalho grandioso que, infelizmente, não alcança o resultado esperado, mas ainda assim vale a nossa ida ao cinema por sua conexão ao Universo “Invocação do Mal” e também pela forma como o diretor conduz e trabalha os elementos em cena. O filme chega nos cinemas do Brasil no próximo dia 18/04.

LUAN RIBEIRO

 

 

 

 

FICHA TÉCNICA

A MALDIÇÃO DA CHORONA

DIREÇÃO: Michael Chaves

ELENCO:

Linda Cardellini – Personagem : Anna Tate-Garcia
Raymond Cruz – Personagem : Rafael Olvera
Patricia Velasquez – Personagem : Patricia Alvarez
Sean Patrick Thomas – Personagem : Detective Cooper
Tony Amendola – Personagem : Father Perez
Aiden Lewandowski – Personagem : Tomas
Paul Rodriguez – Personagem : Officer Claro
John Marshall Jones – Personagem : Mr. Hankins

 

ROTEIRO: Tobias Iaconis

PRODUÇÃO:
James Wan
Gary Dauberman
Dave Neustadter
Walter Hamada

EQUIPE TÉCNICA
Cenografista: Melanie Jones
Diretor de elenco: Rich Delia
1º Assistente de direção: James Moran

EMPRESAS ENVOLVIDAS
Produção: New Line Cinema
Distribuidor brasileiro (Lançamento): WARNER BROS

Acompanhem-nos em nossas redes sociais:

@artecult , @cinemaecompanhia , @tiltcine@cabinesete ,  @cinestimado e @resetdepoisdever

Acompanhe o resumo do dia do universo de Cinema & Séries:

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Luan Ribeiro
Sou natural de Mata de São João, Bahia, mas atualmente moro na cidade do São Paulo. Sou formado em Engenharia, mas sempre tive uma verdadeira fixação pelo universo cinematográfico e sou o admin do @CinemaeCompanhia no Instagram. Assistir um filme é minha válvula de escape para mergulhar e me aventurar em mundos totalmente novos e me desligar dos problemas do dia-a-dia. Aproximadamente de duas a três vezes confiro as estreias da semana nas telonas, digamos que eu seja quase um “rato de cinema”. rs Será um enorme prazer compartilhar aqui minhas opiniões sobre os filmes e suas principais curiosidades. E uma ótima oportunidade para poder aprender e "trocar figurinhas" com todos vocês! Espero que se divirtam muito e curtam minhas dicas. Que a FORÇA esteja com vocês!!! Forte abraço! Luan Ribeiro. Instagram.com/CinemaeCompanhia e-mail: luancribeiro@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *