BASEADO EM FATOS REAIS: O RETORNO DE POLANSKI AOS CINEMAS


O diretor Roman Polanski é responsável por grandes obras cuja trama central se baseia num thriller psicológico. Não é raro termos o diálogo de seus personagens com suas respectivas psiques, e isto quase chega a ser sua marca registrada.

Suas obras de maior relevância e popularidade são conhecidas como a Trilogia do Apartamento, composta por Repulsa ao Sexo (1965), O Bebê de Rosemary (1968) e O Inquilino (1976), todas com uma história envolvente desenvolvendo sempre uma narrativa interessante.

Até aqui existia uma constante nas obras de Polanski que faz os telespectadores ficarem presos e realmente conectados com aquelas histórias, algo que por sua vez, não conseguimos perceber nesta sua nova produção: Baseado em Fatos Reais.

Delphine Dayrieux interpretada aqui pela atriz Emmanuelle Seigner, no filme é uma escritora que passa bastante tempo isolada após ser abandonada pelos seus filhos. Após um período de hiatos a mesma se encontra em tempos atuais, divulgando sua nova obra, até que misteriosamente surge uma grande admiradora e fã de suas obras, Elle, interpretada magistralmente pela atriz Eva Green. Elle possui um mistério que a circunda e está disposta em articular mudanças significativas para que sua autora possa trabalhar em sua nova produção cinematográfica.

Neste momento, a partir da curiosidade e despertar da Delphine pela Elle, vemos aqui um jogo de sedução e um mistério entre elas.

A proposta de Elle para Delphine é que esta trabalhe com uma criação de algo não-ficcional no seu novo livro, isto devido ao título do seu filme.

Mas alguns itens utilizados para compor as estruturas narrativas são muito comuns, neste sentido não promove o fator surpresa aos telespectadores.

Bem como a dualidade da personagem principal que se torna confusa no timming do filme. Vale ressaltar que a língua original do filme é francês e as caraterísticas de condução do mesmo se baseiam no cinema europeu.

Mesmo se tratando de Polanski, nesse filme não conseguimos nos envolver de fato no thriller psicológico, a narrativa é desenvolvida numa linha tênue sem o clímax que esperávamos.

Ansioso para ver suas próximas obras, que com certeza, merecerão ser conferidas. Desta vez, não foi tão feliz.

VEJA O TRAILER

 

 

 

 

Então é isso pessoal. Forte abraço! E até a próxima!

Luan Ribeiro

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Luan Ribeiro
Sou natural de Mata de São João, Bahia, mas atualmente moro na cidade do Rio de Janeiro. Sou formado em Engenharia, mas sempre tive uma verdadeira fixação pelo universo cinematográfico e sou o admin do @CinemaeCompanhia no Instagram. Assistir um filme é minha válvula de escape para mergulhar e me aventurar em mundos totalmente novos e me desligar dos problemas do dia-a-dia. Aproximadamente de duas a três vezes confiro as estreias da semana nas telonas, digamos que eu seja quase um “rato de cinema”. rs Será um enorme prazer compartilhar aqui minhas opiniões sobre os filmes e suas principais curiosidades. E uma ótima oportunidade para poder aprender e "trocar figurinhas" com todos vocês! Espero que se divirtam muito e curtam minhas dicas. Que a FORÇA esteja com vocês!!! Forte abraço! Luan Ribeiro. Instagram.com/CinemaeCompanhia e-mail: luancribeiro@hotmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *