Música: Nico Rezende Quarteto encerra programação de janeiro do JAZZ +, no Hotel Fasano, em Ipanema

 

A série JAZZ +, encerra sua programação de janeiro, no Hotel Fasano (Baretto-Londra, Ipanema) em alto nível. Nesta quinta-feira, dia 30, às 21h, será a vez do multi-instrumentista, arranjador, compositor e intérprete Nico Rezende. Com seu quarteto, e participação especial de Guilherme Dias Gomes (trompete), o músico vai apresentar músicas autorais e hits como “Esquece e vem”, “Fullgas”, “Exagerado”, “Your Song”, “Let’s Stay Together”, What’s Going On”, além de grandes sucessos do trompetista e cantor americano Chet Baker, considerado até hoje um dos músicos mais influentes do cool jazz.

 

Com nove álbuns autorais e três DVDs lançados, Nico começou sua carreira tocando com grandes nomes do cenário musical brasileiro como Ritchie e Lulu Santos. Seus primeiros sucessos,”Perigo”, interpretado por Zizi Possi, “Transas” por Ritchie e Esquece e Vem” pelo próprio Nico, chegaram ao 1º lugar nas paradas das rádios. Com “Transas” ganhou o Troféu Imprensa como a canção mais executada do ano. Nico venceu duas vezes o Prêmio da Música Brasileira como arranjador, e com cinema, publicidade, docs e teatro, ganhou prêmios como o Leão de Bronze no Festival de Cannes, foi duas vezes premiado pela Associação Brasileira de Propaganda, e ganhou também vários prêmios colunistas. Nico está lançando o DVD “Referências”, o “baile do Nico Rezende”, onde interpreta grande sucessos que produziu e/ou participou dos arranjos, assim como hits internacionais que influenciaram sua carreira.

 

 

SERVIÇO:

30/1, quinta-feira – Nico Rezende Quarteto
Local: Baretto-Londra, no Hotel Fasano
Endereço: Rua Vieira Souto, 80, Ipanema
Horário: 21hs (2 sets)
Preço: R$70,00 inteira / R$35,00 meia e lista amiga
Telefone: (21) 3202-4000

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Daniela Fróes
Musicalmente eclética, apaixonada pela diversidade dos estilos, das festas e festivais, amante de uma boa música, principalmente das batidas eletrônicas. #Música #MúsicaEletrônica - Nunca se precisou de drogas para senti-la, a essência da batida, a sonoridade toca a alma de um jeito que não da pra ficar parado! "Quem não sente a melodia acha maluco quem dança"!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *