Dragões do Futuro: Conheça os super-heróis nacionais criados pelo carioca Vanderlei Sadrack em nossa entrevista com o autor

No século 25, a humanidade beira a extinção. As guerras e as epidemias dizimaram 2/3 da população mundial. As nações que resistiram sobrevivem em uma sociedade tecnologicamente avançada, mas desprovida dos recursos naturais. Em meio à luta diária pela sobrevivência de sua espécie, um grupo de superseres surge para desafiar o próprio destino, corrigindo falhas temporais, para garantir o futuro da raça humana, restabelecendo o ecossistema e o equilíbrio natural do planeta Terra.

A realidade fantástica narrada em quadrinhos é de autoria de Vanderlei Sadrack. Nascido e criado no Rio de Janeiro, começou a desenhar ainda criança. Designer gráfico há mais de 20 anos, trabalha para inúmeras editoras, gráficas e agências, mas foi a sua paixão pelas histórias em quadrinhos e desenhos animados que o motiva até hoje. Escrever este livro foi para ele uma experiência única e uma realização.

Lançado pela editora niteroiense Kimera, nesta obra, o autor apresenta personagens guardados há mais de 25 anos, que vivem em seu universo.

“Asa Guerreira”. O líder da força nacional de super-heróis “Dragões do Futuro”

O que inspirou ‘Dragões do Futuro’? 

Desde criança, sempre fui fã e lia muitas HQs de super-heróis, era algo que mexia demais comigo. Via aqueles superseres sempre lutando por justiça e tentando fazer do mundo um lugar melhor. Na Marvel tinha: o Homem-Aranha, Capitão América, Homem de Ferro, etc. Na concorrente, a DC, tinha seus heróis icônicos: Superman, Batman, Mulher Maravilha entre outros. Isso moldou meu jeito de pensar… Eu queria que no Brasil tivéssemos também nossos salvadores. Também sou muito fã de Star Trek, ou como é conhecido por muitos da antiga como “Jornada nas Estrelas”, um programa que afirmava em seu roteiro a “inclusão” e a “diferença”. Decidi mesclar os dois e ter algo único: os Dragões do Futuro, heróis que fazem viagens temporais para tentar corrigir danos na natureza, e combater crimes ambientais. Algo que pudesse ser fonte de inspiração para nossas crianças, jovens e também para o adulto. Os Dragões do Futuro foram criados em 1992, mas só agora pude lançar esse livro. Em breve, teremos uma HQ que está sendo produzida também pela Editora Kimera.

O meio ambiente é uma preocupação para você? 

O Ciborg “Tank”. O super-vilão.

Eu seria um estúpido se não me preocupasse com isso, afinal, todos nós moramos aqui. Não cuidar do planeta é o maior crime que cometemos contra a humanidade. Muito antes do incidente em Mariana, e agora Brumadinho, já me preocupava com o aquecimento global e com outras mazelas impostas pelo homem. Quando estudava, ainda no ensino fundamental, ficava horas bolando mil formas de como poderíamos proteger o pulmão do nosso planeta, a floresta amazônica. Acho vergonhoso o momento em que vivemos, no Brasil e no mundo.

Para quem esse livro é destinado? 

Dragões do Futuro é uma HQ para todos os brasileiros! Ela é um conto de esperança, a ideia é trazer toda essa linguagem de cinema para os quadrinhos. Claro que quem curte essa nova onda de filmes de super-heróis na telona vai amar. E já termos nossa própria força-tarefa de super-heróis vai ajudar a  conscientizar e dar esperança a toda uma nova geração de brasileiros.

Quem quiser adquirir os exemplares acesse: www.editorakimera.com

 

Capa da HQ Lançamento neste mês de novembro.

Reprodução da capa para primeira revista solo com uma aventura inédita contado a origem do lider dos Dragões do Futuro já está em produção para lançamento em 2020. A arte é do próprio autor.
E também a capa do livro.

Veja uma página inédita da HQ:

 

 

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Redação ArteCult.com
Redação do Portal ArteCult.com.   Expediente: de Seg a Sex - Horário Comercial.   E-mail para Divulgação Artística: divulgacao@artecult.com.   Fundador e Editor Geral: Raphael Gomide.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *