Dica de livro sobre Dança: A Poética da Dança Contemporânea

Escultura em açúcar / Joseph Marr

A “Poética da Dança Contemporânea”, obra fundamental de uma das maiores teorizadoras da dança contemporânea, Laurence Louppe, condensa a pesquisa e reflexão da autora ao longo de vários anos de trabalho enquanto investigadora e conferencista.

Neste estudo, são abordados aspectos como o advento da dança contemporânea, a especificidade dos seus modos de leitura e dos seus elementos constituintes, a par da problematização dos fundamentos da modernidade na dança, tendo em vista a formulação de uma teoria do movimento.

 

 

TRECHO:

“Nada é mais impressionante do que observar na imobilidade absoluta, alheio a toda a intervenção voluntária, o movimento profundo que persiste no nosso interior: a subida e a descida do diafragma como uma onda que dilata e contrai alternadamente a caixa tóracica. Se estivermos mais atentos e seguirmos o trajeto da respiração até ao ponto extremo dessa exalação, sentimos a irrigação de todo o tronco até à zona sacral, e, ao inspirarmos, a cabeça é invadida por uma lufada de ar fresco. De fato, todo o corpo é ventilado pela passagem contínua da respiração. 

A respiração revela apenas canais, uma vez que, ao respirar, tocamos em cavidades interiores e conhecemo-las por meio dessa experiência. O corpo que a respiração revela é uma abertura, não um bloco; encontra-se vazio, não preenchido. Muito além das sensações físicas, reenvia-nos para a geografia das paisagens do corpo, para um espaço que liga o exterior e o interior, um espaço global cujas conjugações de luzes o corpo apenas refracta: o corpo como passagem, como parede porosa entre dois estados do mundo, e não como massa opaca, plena e impenetrável.

O corpo do bailarino, graças à respiração, torna-se esse corpo-filtro por onde as sensações se escoam e onde, pouco a pouco, se depositam fragmentos essencias de conhecimento. 

Laurence Louppe (Poética da dança contemporânea / Respiração)”

 

Laurence Louppe por Madalena Mouniz

A autora

Laurence Louppe (1938-2012), historiadora, conferencista e investigadora, conserva o estatuto de uma das maiores teorizadoras da dança contemporânea. Crítica de dança no jornal Libération nos anos 1980 e na revista Art Press, foi também professora universitária e frequentemente convidada a leccionar em centros coreográficos. Profunda admiradora da dança pós-moderna americana, acompanhou de perto várias gerações de bailarinos e de coreógrafos franceses, tendo participado em espectáculos de Alain Buffard.

Publicou diversos artigos e livros, entre os quais Poétique da la danse contemporaine e Poétique da la danse contemporaine: la suite.

PAULO MARQUES

http://paulomarquesdanca.blogspot.com.br/

 http://www.wikidanca.net/wiki/index.php/Paulo_Marques

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Paulo Marques
Paulo Marques iniciou sua carreira de dança e teatro em 1980, desde então tem atuado como ator, bailarino, mestre de balé, coreógrafo, pesquisador em dança, curador, ensaiador e diretor de movimento em importantes companhias de dança contemporânea, ocupações e espaços de dança no Rio de Janeiro como: Ballet Officina do Rio de Janeiro (Edmundo Carijó e Lourdes Braga); Sylvio Dufrayer Companhia de Dança; Marcio Cunha Dança Contemporânea; Márcia Rubin Companhia de Dança; Staccato Dança Contemporânea (Paulo Caldas); Ana Vitória Companhia de Dança; Companhia dos Atores Bailarinos (Regina Miranda); Lia Rodrigues Companhia de Danças; Esther Weitzman Companhia da Dança; Companhia do Ateliê coreográfico (Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro) ; Os Dois Cia. de Dança Contemporânea (Giselda Fernandes) ; Teatro XIRÊ (Andrea Elias) ; Cia. Étnica de Dança (Carmem Luz); Gisele Alvim espaço de dança; Base Dinâmica (Guilherme Veloso e Rafaela Amodeo); Angel Vianna Escola. http://www.wikidanca.net/wiki/index.php/Paulo_Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *