Literatura: Conheça os lançamentos da Editora Planeta para 2020 com a temática Segunda Guerra

Última parada: Auschwitz, de Eddy de Wind
Em ocasião dos 75 anos da libertação de Auschwitz, que ocorre em 27 de janeiro, a Editora Planeta lança no Brasil Última parada: Auschwitz, considerado o único material escrito integralmente no campo de extermínio. Lançado em outros 20 países, o livro traz as memórias de Eddy de Wind, médico judeu que viveu no local, registradas após a fuga dos nazistas do campo em 1945. Eddy se escondeu e, com chegada dos soviéticos a Auschwitz, passou a dividir sua rotina entre cuidar dos soldados e dos sobreviventes e produzir o relato deste livro, no qual registrou todas as atrocidades que presenciou ao longo do período em que foi prisioneiro.
A jornada de Cilka (título provisório; Cilka’s Journey), de Heather Morris
O livro é a sequência do best-seller O tatuador de Auschwitz e também será adaptado para o cinema. Cilka, a protagonista, já aparece no primeiro romance: ela causou grande impacto no tatuador por ser uma das pouquíssimas prisioneiras em Auschwitz com permissão de manter os cabelos. Depois se descobre que essas mulheres eram escolhidas entre as prisioneiras pela beleza, e mantinham os cabelos para se tornarem “amantes” dos oficiais nazistas. Cilka, então, passa a ser concubina do alto-comandante do campo de concentração e extermínio. No entanto, ela usa essa proximidade com o poder para ajudar outros prisioneiros (entre eles o tatuador).
Liberação (título provisório; Liberation), de Imogen Kealy
Thriller inspirado na emocionante história real de Nancy Wake, heroína da Segunda Guerra Mundial. O livro dará origem a um filme coproduzido e estrelado por Anne Hathaway. Será uma grande produção, e Nancy é uma das figuras mais emblemáticas da história do século XX.
Na mesa com o lobo (Le assaggiatrici), de Rosella Postorino
Romance baseado na história real das mulheres obrigadas a provarem a comida antes que os grandes oficiais nazistas (e o próprio Hitler) a comessem. Alguns detalhes interessantes, baseado em fatos, aparecem no livro. Um exemplo é Hitler ser vegetariano: segundo ele, por se preocupar com a crueldade com os animais.
A única mulher (The only woman in the room), de Marie Benedict
Destaque de 2019 na TAG Inéditos, romance baseado na incrível história real de Hedy Lamarr. Hedy atuou como espiã durante a Segunda Guerra, foi considerada a mulher mais linda de seu tempo, era atriz, ícone dos anos de ouro de Hollywood… e uma brilhante cientista: sua invenção revolucionou a comunicação moderna, dando origem à tecnologia do wifi.

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Redação ArteCult.com - Rio
Redação do Portal ArteCult.com - Rio de Janeiro. Expediente: de Seg a Sex - Horário Comerciall. e-mail para Divulgação Artística: divulgacao@artecult.com. Fundador e Editor Geral: Raphael Gomide.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *