Diego Stecanela lança música Maral, que traz memórias afetivas como o vento de mesmo nome, em todas as plataformas de streaming

O segundo single da carreira solo do artista está disponível nas principais plataformas de streaming

O músico Diego Stecanela acaba de lançar a música “Maral”, no dia 17 de janeiro, com clipe realizado pela Kura Filmes. É um trabalho que vem sendo elaborado há dois anos. Composta em março de 2021, Maral surgiu como uma epifania para o autor. A letra, que compara a perda de alguém a um navio que se vai no horizonte, surgiu quase que de sopetão sobre uma melodia triste e harmonia simples e profunda, que persiste durante dias nos dedos do autor durante os seus estudos ao piano. O clipe oficial já está disponível no Youtube e a música pode ser conferida no Spotify, Deezer e Apple Music e Amazon Music.

O toque inicial lembra o chamado de um navio, o clima é denso e reflexivo. As memórias que vêm e voltam são comparadas ao vento que vem do mar – o Maral, que dá nome à música e que bate em cheio na janela do quarto do autor durante todo o mês de março. E o mesmo vento que trazia as lembranças das perdas recentes – a música foi composta durante a pandemia, duas semanas após o autor perder um de seus grandes amigos para COVID-19 – também trouxe a inspiração para esta canção que começa triste e reflexiva, mas termina alegre e festiva, mostrando que, como diz a letra, “o que é de bom ficou” e a vida continua apesar de tudo.

Gravada somente com voz, piano, baixo, bateria e violão de aço, Maral é uma música intimista. Diego Stecanela assina a composição (letra e música), arranjo, piano, voz e, ao lado de Renato Pimentel (estúdio The Magic Place), a produção musical. Pimentel também assina a mixagem e masterização da obra.

Maral também contou com a participação especial do grande violonista e guitarrista Luiz Meira, renomado músico que coleciona na sua carreira trabalhos ao lado de alguns dos maiores nomes da música popular brasileira, como Gal Costa, Luiz Melodia, Elza Soares, Sá & Guarabira, dentre tantos outros. No contrabaixo fretless, Maral conta com Eduardo Wagner (Primavera nos Dentes, Banho de Lua, Os Beterrables) e na bateria, Guilherme Casarotto (The Bottles, Old, Harmoníaco).

Maral é o segundo lançamento de Diego Stecanela, que promete pelo menos mais seis lançamentos audiovisuais para 2023, totalizando oito lançamentos. Diego, além de compor, arranjar cantar e tocar piano, órgão, teclado, violão e ukelelê nas gravações, também atua, roteiriza, edita e participa da direção de seus videoclipes, assinando a direção do videoclipe de Maral ao lado do diretor Jorge Daux.

Ficha técnica Maral:

Composição, Arranjo, Piano, Voz: Diego Stecanela
Contrabaixo: Eduardo Wagner
Bateria: Guilherme Casarotto
Violão: Luiz Meira
Mixagem e Masterização: Renato Pimentel (Estúdio The Magic Place)
Produção Musical: Renato Pimentel, Diego Stecanela
Maquiagem: Carol Barragana
Figurino: Carol Barragana, Letícia Lopes
Direção fotográfica: Jorge Daux
Imagens: Jorge Daux, Victor Giusti (Kura Filmes)
Direção: Diego Stecanela e Jorge Daux
Produção Executiva: Bernunça Produções
Para ouvir o single, acesse o link HTTPS://lnk.bio/diegostecanela

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Aqui falamos sobre cultura. Dicas de exposições, shows, livros, música... Fique ligado e volte sempre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *