Dançar e Inovar, é só começar

allisonDepois dos posts sobre como é viver da dança no Brasil e na Argentina, hoje é a vez de conhecermos a Allison Peterson, bailarina norte-americana, que conta agora  pra gente como é a vida de dançarina profissional nos Estados Unidos.

A dança formal tem ganhado espaço entre a população no país, o que dá esperança à Allison de que bailarinos e professores de dança possam viver bem por lá!

Ela conta que as pessoas comuns estão aprendendo como o movimento saudável, junto com a música, pode mudar toda a percepção de suas vidas. Como instrutora de dança latina, ela tem notado especialmente que as pessoas estão aprendendo que a dança é uma forma de unir e de se envolver em uma atividade cultural saudável, e que é uma  ótima alternativa à prática da musculação, por exemplo. Pelo menos, é bem mais divertida!

A transpiração ainda vem na forma de contratação. As academias geralmente pagam os instrutores por hora-aula. Sem vínculo nem renda fixa. E aí, se depende do número de alunos que se tem e dos horários disponíveis. E isso gera, claro, instabilidade financeira! Mas, como toda boa artista, Allison não se deixa abalar por isso. E dá uma dica preciosa para quem está começando…

Se você está interessado ??em dança como uma profissão, deve permanecer fiel à sua própria expressão! É preciso valorizar as raízes da história de sua modalidade de movimento e compartilhar sua sabedoria e seu coração com tudo que você tem.

Nos Estados Unidos, é importante trabalhar com dança se envolvendo em suas comunidades locais de dança e buscando o seu nicho de atuação! E, principalmente, é preciso sempre inovar.

Concordo com você, Allison! Inspiração, Expiração, Transpiração e Inovação – eis a essência da vida com, para e pela dança!

 

https://www.facebook.com/Almae888

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Sou Marcelle Pereira Soares Banks, a.k.a Celle Banks. Sou profissional com 10 anos de experiência na área de comunicação, com passagem pelo setor acadêmico privado e público, me formei em Comunicação Social na Universidade Federal Fluminense (UFF) e fiz o curso de Dança Contemporânea na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Há 12 anos, atuo profissionalmente como Bailarina, Designer, Coreógrafa e Publicitária. Amante das Artes Culturais e Sociais, sou empreendedora e promotora da diversidade cultural. Tenho um enorme desejo de me comunicar com as pessoas e escolhi fazer isso através da dança. Gosto de compartilhar com os outros a minha paixão pela dança. Meu maior interesse é estudar a diversidade de danças através do olhar contemporâneo, das danças tradicionais às urbanas. Já me apresentei em universidades, festivais e teatros do Brasil. Nos Estados Unidos, desenvolvo atualmente um trabalho sobre a investigação de danças tradicionais brasileiras. Essas obras têm aparecido em Festivais Internacionais. Em 2015, me mudei para a Argentina e aprimorei meus estudos a partir de fontes de universidades locais, como Universidad Nacional de las Artes. Divido-me entre Buenos Aires, Des Moines, Rio de Janeiro e Florianópolis, sempre embalada na minha paixão pela família e pela dança