1ª Bienal Virtual do Livro de São Paulo: Evento atrai participantes de vários países, como EUA, Portugal e França

 

Com plataforma digital dedicada, evento está com média de público por palestra acima do que teve na última edição presencial

Pela primeira vez sendo concebida inteiramente para o ambiente online, a Bienal Virtual do Livro de São Paulo, realizada pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), está atraindo participantes de diversos países, como Estados Unidos, Portugal, França, Reino Unido, Alemanha, Espanha, Japão, Argentina e Bolívia.

“Os números superam os da Bienal presencial, em que as palestras tinham audiência obrigatoriamente limitada por causa do espaço físico. A Arena Cultural, por exemplo, só poderia ter 500 participantes presentes. Na Arena Virtual, tivemos, em vários debates, mais do que o dobro, às vezes o triplo desse número”, afirma o presidente da CBL, Vitor Tavares.

Pelos dados mais recentes da Bienal, em apenas quatro dias, até quinta-feira (dia 10), houve mais de 168 mil visualizações de palestras, o que dá uma média de 1.146 visualizações por palestra. Além disso, há outras milhares de pessoas que podem acessar a plataforma para comprar livros, visitar estandes e fazer negócios.

“A Bienal Virtual está sendo muito mais acessível, democrática e inclusiva no formato digital. Ninguém paga para se inscrever nas palestras e estamos garantindo acesso com tradução simultânea e Libras em diversos painéis. Também estamos abordando os temas relevantes da atualidade, como racismo, adolescência LGBT+, feminismo e inclusão de portadores de deficiência”, diz Diana Passy, curadora da programação. Dos que acessaram a plataforma, 69,5% se identificaram como mulheres.

Ao entrar no https://www.bienalvirtualsp.org.br, o participante pode escolher os ambientes da Arena Virtual, Salão de Ideias e Papo de Mercado, além do Espaço Conexão Turma da Mônica, administrado pelo Mauricio de Sousa Produções.

Com o tema Conectando Pessoas e Livros, a Bienal reúne mais de 100 expositores, 220 horas de programação, 330 autores nacionais confirmados e oito estrangeiros, além da venda de livros e 114 reuniões de negócios com compradores internacionais, na 2ª edição da Jornada Profissional, que se encerrou hoje. As rodadas de negócios foram para empresas apoiadas pelo Brazilian Publishers, projeto de internacionalização de conteúdo editorial brasileiro realizado por meio de uma parceria entre a CBL e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

A Bienal Virtual do Livro de SP tem o Pólen®, um produto Suzano, e a Bic como patrocinadores do evento.

O ambiente virtual também vai possibilitar que o público assista a todas as palestras por mais tempo. O portal fica no ar até 13 de janeiro e não há necessidade de cadastro para assistir aos debates e visitar as salas dos expositores.

Destaques do último fim de semana da Bienal:

Sábado 12/12

Arena Virtual

15h às 16h

  • Mesa: Thalita Rebouças – 20 anos de carreira
  • Participantes: Thalita Rebouças
  • Mediação: Iris Figueiredo

16h30 às 17h30

  • Mesa: Vidas negras importam
  • Participantes: Nic Stone e Angie Thomas
  • Mediação: Afrofuturas

18h às 19h

  • Mesa: Reflexões para bem pensar, bem sentir, bem agir e bem viver
  • Participantes: Clóvis de Barros Filho / Leandro Karnal / Mário Sérgio Cortella / Monja Coen
  • Mediação: Leonardo Neto

Papo de Mercado

13h às 14h

  • Mesa: Mochilão da Record SP
  • Participantes: Lucas Reis /Ana Rosa/Eduardo Spohr/Babi Sette/Carina Rissi

15h30 às 16h45

  • Mesa: Ensinar e Aprender na Internet
  • Participantes: Gavin Roy/Rafael Procópio/Sueli Conte
  • Mediação: Tatiana Leite

Domingo 13/12

Arena Virtual

15h às 16h

  • Mesa: Séries de fantasia
  • Participantes: Tomi Adeyemi / Victoria Aveyard
  • Mediação: Milena Enevoada

17h às 18h15

  • Mesa: Mistérios e terror
  • Participantes: Aline Valek / Felipe Castilho / Márcio Benjamim
  • Mediação: Bárbara Morais

Papo de Mercado

14h às 15h

  • Lançamento do livro “Como o Budismo Entende a Morte, a vida e ajuda a separar crises e o luto”
  • Participante: Monja Coen

18h às 19h15

  • Mesa: Ser Autor na Era da Internet
  • Participantes: Fabi Santina/Vinicius Campos/Raphael Dracon/Francisco José dos Santos (Dunga)
  • Mediação: Luis Mauro Sá Martino

Loja virtual

Além das lives e palestras, o público terá acesso às lojas virtuais de cada editora participante. Serão 84 expositores entre editoras, livrarias e distribuidores e 22 autores independentes que também estarão com estandes virtuais.

 

SERVIÇO

1ª Bienal Virtual do Livro de São Paulo

07 a 13 de dezembro de 2020

Informações: www.bienalvirtualsp.org.br

 

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Avatar
Ana Lúcia se formou em Letras (Português-Literatura) em 1993, pela PUC/RJ. Fixou-se em outra carreira. A identidade literária, contudo, está cravada no coração e o olhar interpretativo esgarçado pra sempre. Continua experimentando cursos em que o debate lhe acresça não só à escrita mas à alma. Some-se a isso sua necessidade de falar, sangrar e escorrer pelos textos que lê e escreve e isso nos traz aqui. Escreve ficção em seu blog pessoal (anagosling.com) desde março de 2010 e partilha impressões pessoais num blog na Obvious Magazine (http://obviousmag.org/puro_achismo) desde junho de 2015. Seu texto “Não estamos preparados para sermos pais dos nossos pais” já foi lido por mais de 400 mil pessoas e continua a ser compartilhado nas redes sociais. Aqui o foco é falar de Literatura mas sabe-se que os processos de escrita, as poesias e os contos não estão só nos livros mas na vida em si. Vamos falando de “tudo” que aguçar o olhar, então? Links: Contos, poemas, crônicas: anagosling.com Artigos, crônicas: http://obviousmag.org/puro_achismo Redes Sociais: Twitter: https://twitter.com/gosling_ana Facebook: https://www.facebook.com/analucia.gosling

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *