I.A. Inteligência Artificial — Irreversível. Agora. : Exposição gratuita estreia na Cidade das Artes e apresenta ao público os possíveis rumos desta tecnologia

Mostra interativa debaterá os caminhos da inteligência artificial e como ela interage com o ser humano através dos tempos. Gratuita, ficará em cartaz de 6 de novembro a 5 de dezembro

Uma exposição cheia de referências cinematográficas, significados e que tem o ser humano como fonte para pensar o inegável avanço da inteligência artificial e como ela poderá interferir no futuro da própria humanidade. É assim que será apresentada I.A. Inteligência Artificial — Irreversível. Agora. que vai ocupar 600 m² da Cidade das Artes com dez seções a partir de 6 de novembro. A mostra, que tem entrada gratuita, fica em cartaz até o dia 5 de dezembro.

Idealizada pelo diretor e produtor cultural, Miguel Colker, e com curadoria e projeto expográfico criados pela Ostra Estúdio, do designer de espaços efêmeros Rodrigo Franco, a mostra será realizada pela Araucária Agência Cultural e unirá arte, entretenimento e informação. Com o conceito que mostrará o futuro como uma página em branco e intrigante que ainda será escrito, a exposição usará três ambientes da imponente e moderna arquitetura da Cidade das Artes para dialogar com o público sobre os rumos da inteligência artificial e como questões morais da experiência humana poderão interferir no processo de automação.

“O cérebro humano é ao mesmo tempo fonte de inspiração e instrumento para desenvolvimento da I.A.”, define o criativo Rodrigo Franco, da Ostra Estúdio.

 

A revolução das máquinas

Logo na esplanada, o público terá contato com a instalação Cérebro-Luz, um gigante busto de 8 metros de altura que é um convite à reflexão. Os visitantes poderão entrar e ver de baixo para cima um enorme cérebro iluminado que serve de fonte para a criação da inteligência artificial.

Dando sequência à exposição, uma escadaria exibirá os principais marcos do desenvolvimento da IA começando pelo filme “Metrópolis”, obra-prima do cineasta alemão Friz Lang, lançado em 1927 e que é considerado o primeiro filme de ficção científica do cinema. A linha do tempo mostrará como os séculos XX e XXI foram importantes para o progresso da humanidade através da inteligência artificial. Ao longo da escada, o público encontrará totens informativos que, além de servirem como ponto de descanso, explicarão o que é a inteligência e como ela colocou o homem no topo da cadeia no reino animal e como os dados, criados pelo próprio indivíduo, alimentam a IA e fazem a tecnologia avançar.

Depois de se informar sobre o ponto de partida para a criação dos estudos em inteligência artificial, os visitantes se depararão com uma sala imersiva, inspirada no conceito de panóptico, do filósofo francês Michel Foucault. Nela, será possível participar de um jogo que testa os conhecimentos e, ao mesmo tempo, todos serão observados por câmeras, um misto de exposição proposital e vigilância constante. Nela a frase “Sorria, você está sendo filmado” fará todo o sentido!

No momento seguinte, o público será guiado a uma sala que fará referência à cena da estação do metrô, do filme “Matrix”, dirigido pelas irmãs Lily e Lana Wachowski. Nela, será possível ter o livre arbítrio e encarar as consequências entre a escolha de um futuro utópico ou distópico. Na próxima seção, as pessoas serão coautoras do futuro ao gerar dados no presente. Será proposto um jogo interativo que discutirá questões éticas relacionadas a carros autônomos, fazendo a sociedade pensar decisões em conjunto.

O ambiente Campo Minado levará à reflexão sobre os riscos da falta de controle sobre essa tecnologia. O piso será projetado com pequenas explosões e ondulações que simularão um ambiente de guerra. Nele, haverá emblemáticas referências aos filmes “Ex Machina”, “Her”, “2001 — Uma odisseia no espaço” e “O Exterminador do Futuro”. No centro da sala, terá um botão e, caso alguém acione, as sirenes serão ligadas, alterando a iluminação da sala.

O último espaço trará a seguinte pergunta: “Afinal, o que é ser humano?”. Nela, a exposição convida o público a pensar a respeito, através de uma experiência imersiva com um sensor de movimento e projeção de luminescência. Será possível ver a aura das pessoas simulada através do calor humano.

 

Uma exposição acessível

Para que o maior número de pessoas possa aproveitar a exposição I.A. Inteligência Artificial — Irreversível. Agora., o percurso será inclusivo e poderá ser iniciado no elevador ao invés da escadaria. Pessoas com limitações de mobilidade terão acesso à linha do tempo com as mesmas informações instaladas na escadaria.

 

Funcionamento e ingressos

Gratuita, a mostra funcionará de quarta a sexta, das 14h às 21h. Aos sábados e domingos, das 11h às 21h.

Os ingressos gratuitos poderão ser retirados através da plataforma Sympla (www.sympla.com.br) e precisarão ser apresentados na entrada.

A fim de reiterar o compromisso da saúde do público, a exposição I.A. Inteligência Artificial — Irreversível. Agora. seguirá protocolo sanitário, conforme as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e determinações da Prefeitura do Rio. Para de evitar aglomeração, terá capacidade reduzida a 60 pessoas por hora, além de condutas de higienização ambiental e postos de triagem na entrada. O uso de máscara será obrigatório durante toda a visita.

 

Patrocínios e parcerias

A exposição I.A. Inteligência — Artificial. Irreversível. Agora. é realizada pela Araucária Agência Cultural.

O projeto conta com o patrocínio master do BNY Mellon e patrocínio da M4U, da OLX Brasil, da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de

Cultura e Governo Federal, através do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura e patrocínio da Lei de Incentivo à Cultura.

E conta com o apoio da PWC e Domingues e Pinho Contadores, e o MIT Technology Review como parceiro de mídia.

 

SERVIÇO

 

I.A. Inteligência Artificial — Irreversível. Agora.

  • De: 6 de novembro a 5 de dezembro
  • Horário: De quarta a sexta, das 14 às 21 horas. Aos sábados e domingos, das 11h às 21h.
  • Horários específicos para os dias 06/11 (Sábado) e 07/11 (Domingo):
    06/11 – Das 14h às 20h;
    07/11 – Das 14h às 23h;
  • Ingresso: Gratuito
  • Local: Cidade das Artes (Avenida das Américas, 5300 — Barra da Tijuca)
  • Informações: www.expointeligenciaartificial.com.br

 

Fontes: Approach Comunicação e Sympla.

 

Faça abaixo um comentário sobre este artigo. PARTICIPE!

Comentários (utilize sua conta no Facebook):

Powered by Facebook Comments

Author

Raphael Gomide
Fundador, CEO e Editor-Geral do ArteCult.com, Sócio-fundador e editor do QuadriMundi (Quadrinhos, Mangás e Animações) , sócio-diretor do CinemaeCompanhia, admin do @portalteamigo no Instagram e membro da equipe organizadora do Dia do Super-Herói Brasileiro. Apaixonado pela sua família, por tecnologia e por todas as formas de ARTE e CULTURA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *